.Licença

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons

.Maio 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Recordando: Melrsoe Place...

. Recordando: Melrose Place...

. Judging Amy (1999-2005)

. Recordando: The Lost Worl...

. Recordando: The Lost Worl...

.Tags

. actores

. actrizes

. actualização de elenco

. anatomia de grey

. bones - ossos

. cancelamento de séries

. csi las vegas

. drama

. e. r. - serviço de urgência

. estreias

. heroes

. notícias

. participações especiais

. policial

. promos 2008/ 2009

. renovações

. séries actuais

. séries da década de 80

. séries da década de 90

. top ten

. todas as tags

.mais comentados

3 comentários
3 comentários
2 comentários
1 comentário

.últ. comentários

Nick eu te amo. Eu fico com pena dele pois ele &ea...
Com certeza Julia Louis-Dreyfus é a melhor atriz d...
Gosto muito de ver a buffy
Bichinho do nick,por que sempre o gatinho sofre ma...
Ois. O episódio em que o Nick é enterrado vivo est...
bom o nick é um ótimo perssonagem do csi, acho q é...
oi td bem nike ,eu so tenho umas coisas p te dizer...
Alquem me ajuda eu nao consigo assitir o episodio ...
coitado de nick, nâo deveria sofrer tanto ...
nick é o mais gato de csi nâo devia s...

.arquivo

.subscrever feeds

Segunda-feira, 7 de Setembro de 2009

Recordando: Melrsoe Place (1992- 1999) II/II

Bem, já falei por alto no outro post relativo à série, dos desenvolvimentos relacionais das 7 temporadas.

Hoje, continuo a falar um pouco sobre este tema.

Inicialmente, os personagens da série davam-se todos bem e os únicos problemas de que se falavam eram os profissionais. Porém, começou a verificar uma baixa audiência e algumas coisas tiveram que ser alteradas.

 

Os locais da série

Começou, como já tinha dito, com a entrada da personagem Amanda Woodward, que era a dona dos apartamentos e da agência de propaganda PUBLICIDAD D&D, local onde trabalhavam Billy, Alison, Brooke, Craig e Amanda com regularidade.

Outro lugar comum era o Hospital Wilshire Memorial onde trabalhavam o Michael, Kimberly, Peter, Matt e Coop.

Também havia o Shooters, um local onde se reuniam todos os personagens da série, onde o Jake acaba por ser o proprietário. Posteriormente, o Kyle compraria o local e o converteria no Clube de Jazz Kyle.

Havia ainda a casa de praia onde iam somente o Michael e a Kimberly.

 

Curiosidades

- Matt foi o primeiro personagem homossexual de uma série norte-americana com história própria e aparecia nos créditos como personagem principal;

- No princípio, Alison parecia ser a protagonista inicial da série, mas Amanda acabou tomando todo o protagonismo até o final da série;

- Michael foi o único personagem que se manteve durante as sete temporadas;

- Durante a série, várias mulheres chegaram a ficar grávidas (Jane, Amanda, Jo, Taylor), mas somente Jo e Taylor chegaram a dar a luz e somente Jo teve seu bebé protagonizado, mas nesta série as crianças não podiam existir já que as tramas da série recorriam a uma infidelidade contínua...;

- Os diálogos contendo frases engenhosas e humilhantes ficaram a cargo de personagens como Amanda, Kimberly, Michael e Brooke, que o tornaram um sucesso e a ausência de quase todos os personagens principais na quinta temporada até o final da série, acabou provocando o seu cancelamento.

- Durante a segunda temporada da série, apareceu um spin-off chamada Models SA, uma agência de modelos dirigida pela mãe de Amanda chamada Hillary Michaels. Esta série foi apresentada no ano seguinte e durou somente uma temporada.

- Durante os três primeiros episódios, vários personagens de Beverly Hills fizeram algumas aparições para dar maior impulso à série, por isso vários autores a consideram como um

spin-off;

- O nome de Heather ficou registado nos créditos como "Special Guest Star" (atcriz especial convidada) até o final, no episódio 227;

- O número do edifício de apartamento era 4616. Ao entrar, à direita encontrava-se o apartamento 1 de propriedade de Jake Hanson, à esquerda ficava o apartamento 2 de Matt, logo no 3 era de Alison. Ao subir as escadas, ao fundo a direita, encontrava-se o apartamento 4 de Amanda. Regressando ao pátio, do lado do apartamento de Jake, estava o de Jane, que era o 5. Voltando às escadarias, a primeira porta era o apartamento 6 de Jo, seguido do 7 de Sydney e junto a de Amanda, se encontrava o 8 de Billy. Esta era a divisão mais conhecida da série.

 

 

 

 

Blog Widget by LinkWithin

publicado por dina às 10:44

link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 5 de Agosto de 2009

Recordando: Melrose Place (1992 - 1999) I/II

 

Numa altura em que está prestes a estrear o remake de 'Melrose Place' - estreia prevista para o próximo mês nos EUA -, aqui no blog iremos falar do original, que juntou muitos fãs na década de 90.

 

Ano: 1992 (8 de Julho de 1992 a 24 de Maio de 1999)

Canal: FOX

Temporadas: 7 temporadas (227 episódios, aproximadamente 44 minutos cada)

Transmissão em Portugal: RTP

 

Sinopse:

Melrose Place surgiu como uma alternativa para os mais adultos à série juvenil 'Beverly Hills 90210', um grande sucesso do mesmo criador, Darren Star.

A primeira temporada era centrada nas aventuras de um grupo de jovens que viviam num complexo de apartamentos chamado Melrose Place. Ali eram apresentados os 8 personagens principais: Alison (Courtney Thorne-Smith), Jake (Grant Show), Billy (,Andrew Shue, irmão da actriz Elisabeth Shue) Jane (Josie Bisset), Michael (Thomas Calabro), Sandy (Amy Locane), Rhonda (Vanessa Williams) e Matt (Doug Savant).

Logo depois do décimo terceiro episódio, Sandy deixa o complexo e no episódio décimo quinto, aparece uma nova personagem: Jo.

 

publicado por dina às 22:59

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Domingo, 5 de Julho de 2009

Judging Amy (1999-2005)

 

Ano: 1999 (19 de Setembro de 1999 a 3 de Maio de 2005)

Canal: CBS

Produção: Amy Brennerman

Temporadas: 6 (138 episódios, aproximadamente 60 minutos cada)

Transmissão em Portugal: TVI e SIC Mulher

 

Sinopse:

Judgind Amy (A Juíza, em Portugal) é uma série que retrata o dia-a-dia de uma família composta por três gerações de mulheres.

Depois de uma separação recente e na companhia da sua única filha Lauren, Amy Gray (Amy Brenneman) regressa a Hartford, no Connecticut, o lugar onde nasceu, para assumir o lugar de juíza do Tribunal de Menores, com apenas 34 anos. 

Isto supõe voltar à casa de família, a qual terá que partilhar com uma mãe de personalidade forte, Maxine McCarty Gray (Tyne Daly), que não hesitará em imiscuir-se em todos os casos que a filha tem entre mãos, agora que é uma assistente social do Departamento de Serviços Sociais do Estado reformada. Todas as decisões que Amy toma como juíza são baseadas nas suas próprias experiências como divorciada e também na longa caminhada da sua mãe, como assistente social, que luta pelo bem estar das crianças.

Ao regressar à sua terra-natal, Amy reatou a sua relação com o seu irmão mais novo Vincent (Dan Futterman), com o seu irmão mais velho Peter (Marcus Giamatti) e com a esposa dele Gillian (Jessica Tuck).

A assisti-la no tribunal estão Bruce Van Exel (Richard T. Jones) e Donna Kozlowski (Jillian Armenante).

 

Curiosidades: 

- Quanto a audiências, A Juíza manteve-se durante os seus seis anos de emissão como um valor seguro para a cadeia televisiva CBS, com uma audiência média que superava todos os anos os 11 milhões de espectadores;

- Depois a série foi cancelada pela CBS, apesar de ter ainda audiências sólidas, pois o canal achou que os novos pilotos iriam, especialmente junto de novos espectadores, ser mais fortes;

- O drama tem como base a vida real da mãe da actriz Amy Brenneman;

-  No final da última temporada da série, Amy deixa o sistema judicial e candidata-se ao Senado norte-americano;

- Amy Brenneman e Tyne Daly foram nomeadas por diversas vezes para os Emmy Awards nas categorias de Melhor Actriz e Melhor Actriz Secundária de Série Dramática. Tyne Daly venceu mesmo um Emmy Award em 2003. A série somou um total de 11 nomeações nos Emmy Awards e 3 nos Golden Globes.
 

 

Intérpretes:

Amy Brenneman, Dan Futterman, Tyne Daly, Kevin Rahm, Richard T. Jones, Richard Burgi.

 

publicado por dina às 20:03

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 23 de Dezembro de 2008

Recordando: The Lost World II/II

Continuando onde ficamos, a personagem Verónica morava numa casa que ficava em cima de uma enorme árvore, que continha uma série de aparatos científicos e até um elevador, construído pelos pais e companheiros da sua expedição. É para lá que Verónica leva os seus novos amigos para morar.
Com o balão danificado e sem a mínima ideia de como sair daquele local e voltar para o mundo civilizado novamente, vivem a cada dia uma aventura no plateau, que passa a incluir abelhas gigantescas, vampiros em mansões vitorianas abandonadas, escandinavos bárbaros perdidos nesta terra, turistas dos tempos modernos, que acabam a atravessar uma espécie de túnel do tempo e vão parar ao plateau, um império comando por homens lagartos, todos os tipos de magia, entre muitas outras aventuras.
A série possuiu uma abertura onde rapidamente é pincelado todo o desenrolar da série (isto é uma versão resumida): "At the dawn of the last century, a band of explorers searched for a prehistoric world, driven by ambition, secret desires, a thirst for adventure, and seeking the ultimate story, they are befriended by an untamed beauty. Stranded in a strange and savage land, each day is a desperate search, for a way out, of The Lost World." Ou seja, o seu conteúdo é mais ou menos este: "No início do último século, um grupo de exploradores procuraram um mundo pré-histórico, conduzido pela ambição, desejos secretos, sede de aventura e procurando a derradeira das histórias, eles são ajudados por uma beleza indomada. Encalhados num terra estranha e selvagem, cada dia se torna uma procura desesperada para sair deste "Mundo Perdido". Aqui fica o vídeo.

Curiosidades:
- A série 'The Lost World' foi toda ela filmada entre a Austrália e a Nova Zelândia. A personagem Finn (Lara Cox), que ajudou a criar Verónica, somente passou a aparecer na série na segunda e na metade da terceira temporada.
- No final da primeira temporada, o Professor Arthur Summerlee foi retirado de cena, pois os produtores achavam que o personagem não era muito popular. Porém um grupo de fãs da série protestou e assim resolveram ressuscitá-lo, fazendo-o regressar, durante algum tempo, na forma de fantasma na segunda temporada, mas não deu o resultado esperado e o personagem acabou por desaparecer de vez.

- No piloto da série, o personagem de Ed Malone foi interpretado por William deVry, mas logo no começo da série foi substituído por David Orth, que permaneceu até o cancelmanento da série.
- Também durante a terceira temporada David Orth e Jennifer O´Dell ficaram ausentes em vários episódios sucessivos, por não conseguirem chegar a um acordo financeiro satisfatório.
publicado por dina às 14:45

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 12 de Dezembro de 2008

Recordando: The Lost World I/II

Status: Cancelada
Ano: 1999
Temporadas: 3 (66 episódios + o episódio piloto)
Duração: 60 minutos cada episódio

Sinopse: Sir Arthur Conan Doyle´s The Lost World era uma série norte-americana de aventuras, baseada num romance de Sir Arthur Conan Doyle, de 1912, chamado The Lost World, apresentado originalmente nos Estados Unidos, entre 1999 e 2002.
Em Portugal, a série foi transmitida pela RTP, aos inícios da tarde, se não estou em erro, aos sábados, com o nome O Mundo Perdido.

A série passa-se no limiar do século 20, quando um grupo de aventureiros, conduzidos pelo Professor Edward Challenger, embarca numa expedição para provar a existência de um mundo perdido, isolado do resto do mundo moderno. Essa expedição britânica era formada por um grupo de entusiastas que iniciam uma viagem em meios e condições não muito favoráveis.

Esta história tem início, quando o Professor Challenger fica em poder de um diário de um homem à beira da morte na América do Sul. Neste diário ele encontra numerosas anotações sobre um local, denominada de plateau, onde ainda se pode encontrar vida pré-histórica. Convencido desta história, Challenger propõe à Sociedade Científica de Londres a lhe financiar uma expedição para encontrar o tal local, indicado no diário.


Um dos membros da Sociedade Científica, o professor Arthur Summerlee, discorda e desafia Challenger a provar a existência desse planalto, onde provavelmente se encontra o elo perdido. Com muito custo, Challenger consegue financiamento para a tal expedição e por seu turno desafia o professor Summerlee a ir com ele para ver com seus próprios olhos.

Portanto, o grupo consistia no Professor George Edward Challenger (Peter McCauley), que era o líder da expedição, e no Professor Arthur Summerlee (Michael Sinelnikoff), que apesar de não acreditar nas teorias dele, resolve acompanhá-lo nessa empreitada. A expedição era financiada pela inescrupulosa Marguerite Krux (Rachel Blakely), que fez questão de seguir junto com o grupo, não pela ciência, mas por razões misteriosas e muito duvidosas. Para protegê-los, um experiente caçador foi integrado ao grupo, o nobre Lord John Richard Roxton (William Snow) e finalmente o último do grupo era o repórter de uma jornal americano, Edward "Ned" T. Malone (David Orht), que esperava conseguir uma grande reportagem e obter sucesso, para impressionar a sua namorada e se casar com ela.
Com tudo preparado, o grupo partiu de Inglaterra rumo à Amazónia, com alguns carregadores e um guia que supostamente os iria levar até aos arredores do planalto. Durante a navegação do rio Amazonas eles encontram-se com uma tribo de "caçadores de cabeças", um grupo primitivo que exterminou uma boa parte do grupo.

Summerlee, Roxton, Malone, Challenger e Marguerite acabam por conseguir escapar num balão, mas logo acabam por se deparar com uma grande tempestade e caem no meio da floresta. Ali passam a enfrentar animais pré-históricos como dinossauros e dão-se conta que chegaram ao "Mundo perdido".


O grupo é salvo por uma mulher da selva, uma jovem bonita chamada Verónica Layton (Jennifer O´Dell). A família de Verónica fazia parte de um grupo de pesquisa botânica, anterior à expedição de Challenger. Um certo dia, saíram para mais uma das suas explorações e nunca mais regressaram. Dessa forma a menina, que tinha ficado em casa, acabou sozinha, sem os seus pais, por dez longos anos, até à chegada desse novo grupo. Na ausência dos pais, ela foi criada por uma jovem mulher chamada Finn (Lara Cox), que lhe ensinou todos os meios de sobrevivência nesta terra hostil e perigosa, cheia de dinossauros, perigosos homens macacos e muitos outros perigos.
publicado por dina às 22:56

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.links